Tid  5 timer 37 minutter

Koordinater 1022

Uploaded 10. september 2015

Recorded juni 2015

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.658 m
905 m
0
2,6
5,2
10,36 km

Vist 2364 gange, downloadet 215 gange

tæt på Sítio Amadeu F. de Paula, Paraná (Brazil)

DESCRIÇÃO:
Track ao cume do Monte Araçatuba, com subida pela via Frontal e retorno pela via Papanduva.
Monte localizado entre a comunidade de Matulão (Tijucas do Sul-PR) e Guaratuba-PR, Serra da Papanduva/Quiriri.
É conhecido por ser a mais alta elevação da Serra do Quiriri (1673m), e ter belos visuais desde os seus trechos iniciais, devido a quase sua totalidade ser composta de campos de altitude naturais, ou causados pela queimada para pasto e pisoteio por gado. Conhecido também por ser a montanha mais fria do Paraná, e por ser o ponto inicial ou final de uma das Travessias mais clássicas do PR-SC (Travessia do Quriri).

TRILHA:
A trilha ao Salto apresenta inclinação média na maior parte do seu trecho, sendo somente as primeiras centenas de metros embaixo de mata secundária, e o resto em campos. Há alguns trechos de subida em pedra com inclinação média que exigem cuidado com chuva. Há também vários trechos barrentos, especialmente nos pontos finais da trilha.
A trilha é parcialmente sinalizada, sem padrão, e há várias trilhas secundárias nos campos, criadas por gente ou pelo gado. Com tempo aberto, na via frontal basta seguir trilha acima mirando o cume, mas a descida via Papanduva pode ser mais confusa, especialmente com neblina.

BASE:
No começo da trilha, há uma chácara aonde é possível estacionar veículos, pagando-se uma taxa de cerca de 10,00 R$ se me lembro bem. Há banheiro.

ATENÇÃO:
O Morro Araçatuba é conhecido pelo seu clima extremamente frio, com fortes ventos e um fenômeno conhecido como viração (com neblina que desce muito repentinamente). Vá preparado com blusas quentes e roupas secas (extras), bússola, carta, e GPS.
Evite também com o gado que anda pela região, ele pode se irritar com a presença humana especialmente em grupos.

DIFICULDADE:
Considerando: trechos de média inclinação; trechos barrentos; sinalização parcial e sem padronização; clima instável com possibilidade de forte neblina e ventos; trilha principal parcialmente marcada; risco animal (gado); classifico esta trilha como MODERADA (com clima favorável).
*Esta classificação prioriza a dificuldade técnica, não levando em conta o esforço físico individual.

CONHEÇA PARA PRESERVAR:
Os ambientes naturais são patrimônio de todos, e quaisquer atividades realizadas neles apresentam uma série de riscos. Aproveite-os com responsabilidade:
0- Procure sempre ir acompanhado de alguém que conheça a trilha e região, e deixe pessoas avisadas em casa sobre seu destino e horário previsto de retorno.
1- Traga de volta todo o lixo produzido (inclusive biodegradável) e destiná-lo corretamente;
2- Evite provocar incêndios – não faça fogueiras; não jogue fora pontas de cigarros e
cacos de vidro;
3- Não colete plantas (mudas, sementes ou flores secas), animais, rochas ou cristais;
4- Não moleste animais silvestres; não ofereca ou deixar restos de alimentos e não pesque;
5- Evite fazer barulhos desnecessários; não use aparelhos de som;
6- Ande sempre nas trilhas habituais, evitando a erosão em trilhas alternativas;
7- Não deixe marcas em troncos e pedras;
8- Evite desmoronamentos ao entrar e sair de rios, não jogue nada neles;
9- Não entre acompanhado de animais de estimação
10- Não leve bebidas alcoólicas, explosivos, fogos ou armas de fogo ou de
pressão;
11- Não faça uso de sabonetes e shampoos ao entrar nas águas;
12- Tome cuidado com animais peçonhentos, como cobras, aranhas e escorpiões;
13- Em caso de raios evite árvores isoladas e locais encharcados;
14- Muita atenção ao horário de retorno (variável de acordo com a estação), leve SEMPRE lanterna e baterias sobressalentes.
15- Lembre-se: em ambientes naturais há riscos de diversos acidentes e a fadiga pode favorecê-los. Boa parte dos acidentes ocorrem no retorno (70%), leve sempre consigo um kit de primeiros socorros, apito, e celular desligado (preserva a bateria);
16- Ao atravessar ou banhar-se em rios e cachoeiras tenha consciência que os mesmos podem subir repentinamente. Isso pode gerar situações perigosas, ilhando ou até arrastando as pessoas. Mesmo não chovendo no local, chuvas a acima podem provocar cheias, conhecidas por trombas d’água;
17- Atenção com a viração, nevoeiro repentino que ocorre principalmente em ambientes montanhosos, e que reduz fortemente a visibilidade.
(adaptado de "Termo de Responsabilidade - PARNA Aparados da Serra")

Para mais informações, recomendo:
http://www.mochileiros.com/subida-ao-monte-aracatuba-de-ataque-jan-2012-t66111.html
Um dos melhores locais de acampamento, com direito a solo compactado e grutinha com vista panorâmica.
Atenção: Devido a presença de gado, recomendável purificar a água com pastilhas de Cloro ou outro método purificador antes de consumo
Atenção: Devido a presença de gado, recomendável purificar a água com pastilhas de Cloro ou outro método purificador antes de consumo
Atenção: Devido a presença de gado, recomendável purificar a água com pastilhas de Cloro ou outro método purificador antes de consumo
Atenção: Devido a presença de gado, recomendável purificar a água com pastilhas de Cloro ou outro método purificador antes de consumo
1673m
Atenção: Devido a presença de gado, recomendável purificar a água com pastilhas de Cloro ou outro método purificador antes de consumo
Atenção: Devido a presença de gado, recomendável purificar a água com pastilhas de Cloro ou outro método purificador antes de consumo
RISCO: Cuidado para evitar escorregões, a queda da cachoeira abaixo é de cerca quarenta metros Há pontos de banho no local e outras pequenas cachoeiras Atenção: Devido a presença de gado, recomendável purificar a água com pastilhas de Cloro ou outro método purificador antes de consumo

6 kommentarer

  • Foto af Selinke

    Selinke 01-10-2015

    Fiz exatamente esta trilha em Março deste ano. Realmente a vista é muito TOP e o percurso muito bom para andar.
    Agora em Setembro fiz novamente, subindo e descendo pela vai "reta". A neblina chega e sai com muita velocidade. No meu caso ainda peguei chuva forte e trovoada. Quem for em tempo instável deve cuidar

  • Foto af Alexandre Arins

    Alexandre Arins 02-10-2015

    Obrigado pelo comentário, nesta serra em particular ocorre um fenômeno conhecido como "viração", aonde uma neblina forte pode baixar repentinamente e atrapalhar seriamente a orientação. A maior parte das trilhas são em campos de altitude e possuem muitas bifurcações, então sem pontos de referência no horizonte, fica bem fácil se perder. Por isso mesmo sendo uma trilha relativamente fácil, é essencial o conhecimento e uso de materiais de orientação (GPS, carta, bússola, etc)

  • Foto af Selinke

    Selinke 02-10-2015

    Exato! As duas vezes que fui utilizei GPS, já com os trajetos mapeados. faz toda diferença

  • Foto af Fabiano Schramm

    Fabiano Schramm 09-05-2017

    I have followed this trail  View more

    Alta, nem tão dificil e linda montanha!

  • Foto af alvesvieira

    alvesvieira 06-10-2017

    I have followed this trail  View more

    Lugar incrível!

  • Geraldo Barfknecht 06-11-2018

    Olá, amigo Alexandre, saudações e obrigado pelo track e informações. Um pedido: a altitude, que altura estava o seu GPS, seria algo como 1658 ou 1677, frente a estimativa IBGE/DSG de 1673? Quantos satélites captou no momento? Muito obrigado. geraldo_barfknecht@yahoo.com.br

You can or this trail