Tid  5 timer 49 minutter

Koordinater 3907

Uploadet 9. august 2016

Optaget august 2016

-
-
1.452 m
706 m
0
15
30
60,35 km

Vist 1317 gange, downloadet 37 gange

tæt på Conceição do Mato Dentro, Minas Gerais (Brazil)

"Passeio" de bigtrail, saindo das proximidades do povoado de Três Barras, em Conceição do Mato Dentro-MG, e cortando pelo alto da serra até Santana do Riacho.

COMO CHEGAR:
O ponto inicial da rota é na rodovia MG-010, no trevo de acesso ao povoado de Três Barras e também à cachoeira homônima. Desde Belo Horizonte são cerca de 150km por estrada asfaltada e em boas condições. Atente-se para o trecho sinuoso entre Serra do Cipó e o início do trajeto.

A TRILHA:
Os 11,8km iniciais são de estrada em boas condições e os 9,5km finais são de estradão. Os 39km entre essas duas partes são de puro fora de estrada, com travessia de rios e córregos, trechos erodidos, valas, areia, rochas, pedras soltas, aclives e declives acentuados.

Fomos em seis motos, uma Tornado 250, XRE 300, Sahara 350, Freewind 650 e duas DRs 650. Nenhuma preparada para trilha. De pneus misto a 100% asfalto. Todas as motos sobreviveram o passeio, claro que a Freewind, mais baixa e com pneus street, foi a que mais penou. Proteção inferior é quase que item obrigatório para percorrer essa trilha.

O trecho inicial é praticamente só subida. A estrada está em boas condições, mas está coberta por uma grossa camada de "talco". No fim da primeira parte há uma placa indicando o Parque Natural Municipal de Tabuleiro, onde começam as trilhas que dão acesso a parte alta da cachoeira. Neste ponto também começa um curto single track e aparecem os primeiros trechos de pedras soltas e sobre rochas expostas.

Passada a bifurcação do KM 15,2 começa o trecho pelo alto da Serra do Abreu, que vai margeando a cerca que demarca o Parque Estadual. Visual do Pico do Breu e do vale do Rio Parauninha é fantástico. A estrada neste ponto está muito boa, praticamente um estradão. Cruzamos com a trilha da travessia Lapinha x Tabuleiro neste momento.

Após o cruzeiro há uma bifurcação, o caminho da direita, em melhores condições, segue para alguns ranchos. A descida até o vale do Rio das Pedras está meio escondida atrás de um monte de terra, provavelmente usado para manutenção da estrada.

A descida após o cruzeiro está em péssimo estado, com valas, erosões e pedras soltas. Cuidado!

Após a descida começa um trecho também muito bonito e com relevo suave. É praticamente um single track, pois, ou se anda no trilho da esquerda ou da direta, sem contar quando aparecem três ou mais trilhos paralelos. O trecho parece bem firme, mas não dá pra se empolgar muito, de surpresa aparecem valas, buracos e trechos arenosos.

Cruzamos um dos afluentes do Rio das Pedras, praticamente um oásis no meio do caminho, oferecendo sombra e água fresca. Logo depois atravessamos o próprio Rio das Pedras, ainda pequeno, um curto trecho de lajeado e rochas expostas. A terceira travessia vem logo em seguida, bem mais tranquila que a segunda.

No KM40 parada obrigatória no Rio das Pedras, que forma a cachoeira Bicame mais abaixo, para descansar e se refrescar. Embora mais caudaloso neste ponto, a travessia do rio é tranquila, pois cimentaram o fundo da passagem.

Após o Rio das Pedras entramos no terreno da RPPN Ermo dos Gerais. A subida começa bem leve e assim permanece até próximo de um capão de mata. Aqui é a parte mais difícil do trajeto, uma subida bem íngreme por pedras soltas. São dois lances de subidas. 100 metros de elevação em 600 de trilha. Ao menos o trecho é sombreado.

Vencido o trecho mais crítico, começa uma suave descida, mas também com muitas pedras soltas e erosões, que só termina no trevo de Lapinha da Serra (esquerda) e Santana do Riacho (direita).

No KM47 saímos da RPPN, daqui em diante o trecho fica bem tranquilo, virando um estradão após o trevo. Até Santana do Riacho o estradão possui um movimento considerável de veículos no finais de semana, no período da seca a poeira tira toda a visibilidade.

CONSIDERAÇÕES:
> O trajeto é realmente DIFÍCIL, não recomendado para iniciantes;

> Não recomendo ir sozinho, uma mãozinha ajuda demais na subida de pedra;

> Porteiras destrancadas por todo o percurso, lembre-se sempre de fechá-las após a passagem;

> Em hipótese alguma faça fogueiras, principalmente no período de seca, também tenha cuidado para não provocar um incêndio. Passamos por pequenos focos no trecho pelo alto da Serra do Abreu;

> Viaturas 4x4 NÃO CONSEGUEM completar este trajeto, as porteiras destrancadas da RPPN são estreitas e não permitem a passagem de veículos grandes. 4x4 podem chegar até o Rio das Pedras, recomendável pneus, proteções inferiores e cautela. Viaturas mais altas podem ter mais facilidade para vencer os trechos sobre rochas expostas e com pedras soltas.

> Leve seu lixo de volta!

> Visual espetacular em boa parte da rota;

> É possível que tenha sinal de celular nos trechos mais altos;

> Água somente na parte final do trajeto, nas cabeceiras do Rio das Pedras.
Kryds

Trevo Três Barras

Saída da rodovia MG-010
Kryds

Esquerda

Kryds

Direita

Kryds

Direita

panorama

Mirante

Kryds

Esquerda

Risiko

Trecho single track

Kryds

Direita

Após porteira
Kryds

Direita

Kryds

Esquerda

Kryds

Direita

Kryds

Esquerda

springvand

Água

Flod

Rio

Flod

Rio

Flod

Rio de Pedras

Information

Entrada RPPN

Risiko

Subida de pedra

Information

Saída RPPN

Kryds

Trevo Lapinha-Santana do Riacho

Information

Santana do Riacho

3 kommentarer

  • Foto af Vinícius Miyazaki

    Vinícius Miyazaki 15-08-2017

    Oi, Hélio! Estou pensando em realizar o percurso de bicicleta MTB. Acha que é possível?

  • Foto af Hélio Jr

    Hélio Jr 15-08-2017

    Olá Vinícius! É totalmente possível, todo o trajeto é feito por estradinha e há sómente alguns trechos de single track. Como passamos de moto, acredito que não terá problemas em passar de MTB. Terá pelo menos um trecho de empurra bike, que é uma subida após o Rio das Pedras, mas é trecho curto.

  • Foto af Vinícius Miyazaki

    Vinícius Miyazaki 15-08-2017

    Show, Hélio! Estou planejando uma Road/Bike trip entre a Serra do Cipó e a Canastra e percebi que tem muita coisa sua aqui no Wikiloc. Estou baixando tudo e vou analisar no mapa pra montar um roteiro que misture deslocamento com carro e MTB. Obrigado!

Du kan eller denne rute