Tid  5 timer 5 minutter

Koordinater 973

Uploaded 5. januar 2014

Recorded januar 2014

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.513 m
1.282 m
0
5,9
12
23,74 km

Vist 8257 gange, downloadet 311 gange

tæt på Retiro das Pedras, Minas Gerais (Brazil)

Esta trilha parte das proximidades do Condomínio Retiro das Pedras, em Brumadinho - MG, em direção a dois mirantes e a um belo poço, todos localizados na Serra da Calçada. Com sombras raras, o trajeto tem 24km de extensão, dos quais aproximadamente 15km são de estradas de terra e o restante, 9km, de single tracks. Trata-se de um caminho que normalmente não é percorrido pelos ciclistas que frequentam a região, daí o título.
Para encontrar o ponto de partida por meio do Google Maps, utilize a ferramenta “como chegar pela estrada a este local”, na coluna à direita. É possível estacionar o carro no entorno com segurança e sem restrições, mas nos feriados, sábados e domingos, as vagas ficam bastante disputadas. Além disso, há uma banca de revistas no local que comercializa isotônicos, água de coco, água mineral, picolés e sorvetes.
Salienta-se que tanto o ponto de partida quanto o terreno por onde passa a trilha, que integra a Serra da Calçada, não pertencem ao Condomínio Retiro das Pedras, mas sim a algumas mineradoras, como a Vale, por exemplo. Desse modo, o condomínio trata-se apenas de uma referência tradicional usada pelos ciclistas.
A serra é muito conhecida e visitada pelos que praticam mountain bike na região metropolitana de Belo Horizonte e encontra-se a apenas 20km do centro da capital. Nos finais de semana e feriados, parte do trajeto fica bastante movimentada, sendo preciso tomar cuidado com os motociclistas, os ciclistas e os caminhantes, dentre os quais se encontram, inclusive, crianças e idosos, às vezes acompanhados por cães. Já o tráfego de carros (4x4) é raro.
Nunca ouvi relatos de furtos ou roubos neste percurso e o Cadastro Nacional de Bicicletas Roubadas também não indica essas ocorrências no local.
O sentido percorrido na trilha é o anti-horário, mas há uma importante inversão no início e no fim do trajeto para permitir melhor aproveitamento do aclive e maior desafio no declive. Dê um zoom sobre o mapa e deslize o ponteiro do mouse sobre a altimetria para acompanhar detalhadamente o traçado feito.
Como mencionado, o percurso passa por dois mirantes, atravessa um pequeno riacho, fácil de cruzar, e chega ao poço da Valourec Mannesmann. Trata-se de uma pequena barragem, com cerca de 2,5m de profundidade, onde é armazenada água para as operações da empresa.
O lugar é muito bonito, rodeado por árvores e com águas puras e cristalinas, de tom esverdeado, provenientes de nascentes da região. Seria melhor se não houvesse o barulho dos motores das bombas d’água e a estrutura de concreto que os sustenta, mas ainda assim o lugar merece destaque.
A vegetação predominante na serra é composta por matas de galeria, capões e campos rupestres e a fauna também é bastante rica.
Objetivando a preservação da região, em 2013 a Serra da Calçada foi decretada monumento natural. Ademais, o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA a tombou como patrimônio histórico-cultural, tendo em vista as construções dos séculos XVII e XVIII ali existentes, como a Casa de Fundição (confira neste link como chegar até lá).
Do ponto de vista da técnica, a trilha é difícil, sendo percorrida em estradas de terra com camadas demasiadamente espessas de cascalho e pedregulhos, valas criadas por erosões, rochas nuas (minério de ferro) e areia.
Em vários pontos, em razão dessas rochas, o terreno é muito irregular, exigindo bastante cuidado na condução da bike. Em outros, valas inesperadas desafiam o equilíbrio do ciclista e ameaçam causar-lhe um capote. Mas a maior dificuldade decorre da má aderência.
Sob a perspectiva do esforço físico, o trecho também é difícil, pois, apesar de ser curto, com ganho de elevação moderado, em torno de 660m, apresenta subidas com alto grau de inclinação em terreno muito irregular e de baixa aderência. Perde-se muita energia com as derrapagens e com a estabilização da bicicleta. Além disso, as panturrilhas sofrem bastante com os impactos, principalmente nas bikes hardtail.
Sobre a questão, confira abaixo o vídeo disponibilizado pelo canal "TVPraQuemPedala", no YouTube, com dicas para controlar a tração enquanto se sobe em terreno cascalhado.

Este percurso é apenas um dentre os diversos que a Serra da Calçada possui. Há outros caminhos que apresentam diferentes graus de dificuldade técnica e física, como os publicados neste link e nesta postagem.
Resumindo, a trilha é difícil tanto sob a perspectiva da técnica quanto do esforço físico, mas propicia uma boa diversão e é uma opção interessante para quem já possui experiência no mountain bike ou deseja iniciar a pedalada em trajetos mais exigentes. Atravessando parte da Serra da Calçada, o percurso apresenta uma vista extensa do horizonte, além da beleza da natureza local e do poço da Valourec Mannesmann.
Confira os waypoints e as fotos com mais descrições!
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
RESUMO DAS INFORMAÇÕES SOBRE O PERCURSO
Distância total: 24km
Dificuldade técnica: 7/10
Dificuldade física: 7/10
Inclinação das subidas e descidas: forte
Presença de sombra em aproximadamente 5% do trajeto
Presença de cachoeira(s): não
Beleza natural: 7/10
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATENÇÃO: esta trilha foi feita em janeiro de 2014. Como as condições do percurso são continuamente alteradas, inclusive pelos períodos das chuvas e das secas, considere as descrições acima como indicativas das dificuldades existentes. Preserve a natureza, utilize equipamentos de segurança e, antes de iniciar uma trilha, observe as precauções divulgadas neste link.
Mirante A
Mirante B
Poço da Valourec Mannesmann
Riacho para atravessar

10 kommentarer

  • eng.erivelton 22-08-2014

    Eugênio, boa tarde!

    como faço pra ir pedalando, saindo exatamente do centro de Ibirité?

  • Foto af Eugênio Ribeiro

    Eugênio Ribeiro 23-08-2014

    Erivelton, bom dia.
    Utilize a ferramenta "como chegar pela estrada a este local", na coluna à direita. Através dela você acessará o Google Maps, no qual você poderá escolher o melhor percurso. Verifique as opções para caminhada ou carro e se informe na sua região sobre a viabilidade de pedalar nesses trechos.
    Até mais.

  • Arliê Ribeiro Silva 22-10-2014

    Muito bem escrito e descrito. Vou experimentar essa trilha por causa do seu relato. (Em especial pelo quesito seguranća).

  • Foto af Eugênio Ribeiro

    Eugênio Ribeiro 22-10-2014

    Valeu, Arliê!
    Boas pedaladas pra você!

  • Foto af PaauLiiN

    PaauLiiN 25-04-2015

    I have followed this trail  View more

    Muito boa!

  • Foto af Tiago Aragao

    Tiago Aragao 14-10-2015

    Trilha Boi preto... muito técnica pra jeep https://pt.wikiloc.com/trilhas-outdoor/brumadinho-retiro-das-pedras-trilha-incomum-5894772#wp-5894774/photo-3180174

  • Foto af Luiz Bandeira

    Luiz Bandeira 03-11-2015

    I have followed this trail  View more

    Trilha legal . cenário lindo

  • Foto af Fernando Goes

    Fernando Goes 26-01-2016

    Alguém já nadou aí? https://pt.wikiloc.com/trilhas-mountain-bike/brumadinho-retiro-das-pedras-trilha-incomum-5894772/photo-3180158

  • Foto af Eugênio Ribeiro

    Eugênio Ribeiro 26-01-2016

    Fernando,
    Apesar de não ser permitido, o pessoal costuma nadar neste poço. Porém, soube recentemente que a Valourec Mannesmann trancou o portão que dava acesso ao lugar.
    Até mais, https://pt.wikiloc.com/trilhas-mountain-bike/brumadinho-retiro-das-pedras-trilha-incomum-5894772/photo-3180158

  • Foto af Pirey

    Pirey 12-02-2016

    Também encontrei com uma turma lá outro dia que falou que o portão estava trancado... Já nadei lá, é muito boa a água e muito transparente. Tem até um lugar que da pra dar uns pulos https://pt.wikiloc.com/trilhas-mountain-bike/brumadinho-retiro-das-pedras-trilha-incomum-5894772/photo-3180158

You can or this trail